António Costa assinala dia histórico "de alento e esperança"

Este domingo teve início a vacinação contra a Covid-19 no Hospital de São João, no Porto. PM também agradece os 10 milhões de euros oferecidos por entidades nacionais para a investigação internacional coletiva da vacina.

O primeiro-ministro, António Costa, publicou este domingo, 27 de dezembro, uma mensagem na rede social Twitter assinalando o histórico dia de hoje de começo do plano de vacinação contra a covid-19 em Portugal, o qual "dá alento e esperança".

"Há dias que ficarão para sempre nas nossas memórias. Como previsto, arrancou o processo de vacinação, que nos ocupará durante meses e que nos obriga a manter todos os cuidados. Mas é um dia de alento e esperança que nos dá força para continuar a trabalhar com a mesma determinação", lê-se na página oficial do líder socialista, no Twitter.

Neste início do processo de vacinação contra a #COVID19 agradeço, uma vez mais, os generosos contributos das diversas entidades nacionais que contribuíram com 10M€ para o esforço coletivo que conduziu à descoberta das vacinas que nos trazem esta nova esperança. #Vacinacovid19

Horas mais tarde, o primeiro-ministro voltava às redes sociais para às entidades nacionais que contribuíram financeiramente para investigação internacional coletiva das vacinas contra a Covid-19. "Neste início do processo de vacinação contra a Covid-19 agradeço, uma vez mais, os generosos contributos das diversas entidades nacionais que contribuíram com 10M€ para o esforço coletivo que conduziu à descoberta das vacinas que nos trazem esta nova esperança."

Neste início do processo de vacinação contra a #COVID19 agradeço, uma vez mais, os generosos contributos das diversas entidades nacionais que contribuíram com 10M€ para o esforço coletivo que conduziu à descoberta das vacinas que nos trazem esta nova esperança. #Vacinacovid19

António Costa está ele próprio em isolamento profilático, apesar de ter testado negativo para o novo coronavírus, no Palácio de São Bento, após ter estado em contacto com o infetado presidente francês, Emmanuel Macron.

O plano nacional de vacinação contra a covid-19 arrancou este domingo no Hospital de São João, no Porto, com o médico infecciologista António Sarmento a receber pelas mãos da enfermeira Isabel Ribeiro a primeira dose.

A primeira vacina foi ministrada às 10:07 sob o olhar da ministra da Saúde, Marta Temido, e perante dezenas de `flashes´ e objetivas de televisão e ao som de aplausos.

A ministra da Saúde reiterou que vacinar contra a covid-19 em primeiro lugar os profissionais de saúde foi uma "escolha pragmática" e que em janeiro arranca o programa de vacinação em estruturas para idosos.

"[Foi] uma escolha pragmática num momento que é apenas um primeiro momento de uma fase. Recebemos vacinas ontem [sábado] e vamos receber mais vacinas amanhã [segunda-feira] e vamos receber mais vacinas nas quatro semanas de janeiro. Estimamos que nessas semanas de janeiro passemos das vacinações a profissionais de saúde para as vacinações a estruturas residenciais para idosos", disse Marta Temido.

No sábado, 26 de dezembro, chegou a Portugal um primeiro lote com 9.750 vacinas, desenvolvidas pela Pfizer-BioNTech, destinado aos profissionais de saúde dos centros hospitalares universitários do Porto, São João, Coimbra, Lisboa Norte e Lisboa Central.

O primeiro lote de vacinas será reforçado com a antecipação da entrega de mais 70.200 doses, que têm chegada prevista para segunda-feira, elevando o total disponível para administração até ao final do ano para 79.950 vacinas, segundo o Ministério da Saúde.

Em Portugal, morreram 6.556 pessoas dos 392.996 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG