Alerta nacional para apanhar fugitivos que escaparam do tribunal no Porto

Os três suspeitos que fugiram pela janela do tribunal ainda não foram encontrados. PSP emitiu alerta para restantes autoridades nacionais

A Polícia de Segurança Pública emitiu um alerta nacional para apanhar os três homens que fugiram quinta-feira à tarde do Tribunal de Instrução Criminal do Porto.

O Comando Metropolitano do Porto da PSP adiantou esta sexta-feira ao DN que os três fugitivos ainda não foram encontrados e que foi pedida ajuda a todas as restantes autoridades nacionais. "É o procedimento habitual nestas situações, emitir um alerta para que todas as autoridades tenham atenção nas suas zonas de intervenção", informou o oficial de serviço, isto porque nesta altura não é possível saber se os suspeitos ainda estarão na zona do Porto. Mas não se pode falar ainda "de um reforço excecional do dispositivo no terreno", acrescenta a mesma fonte.

Os três homens suspeitos de assaltos violentos a idosos fugiram do Tribunal de Instrução Criminal do Porto, após terem sido ouvidos por um juiz que lhes decretou a prisão preventiva. Os três saltaram por uma janela do segundo andar.

"Os indivíduos em fuga são considerados perigosos e potencialmente armados", segundo comunicado da PSP. A polícia pede para que quaisquer informações sobre estes homens sejam comunicadas à Divisão de Investigação Criminal da PSP do Porto pelo telefone: 222 046 460 ou pelo email bsp.dic.porto@psp.pt.

Os homens tinham sido detidos pela PSP como suspeitos de dezenas de assaltos no Grande Porto (Porto, Gondomar, Valongo e Maia). São dois gémeos - Fernando e Emanuel Santos - de 35 anos e um cúmplice de 25 - Hugo Saraiva -, todos com antecedentes criminais, que foram apanhados em flagrante delito durante uma ação desenvolvida na terça-feira pela Divisão de Investigação Criminal da PSP, em Baguim do Monte, Gondomar. As vítimas tinham entre 65 e 95 anos.

De acordo com o Jornal de Notícias, os homens já estavam com a prisão preventiva decretada e aguardavam pela carrinha celular para os transportar para a prisão de Custóias. Ainda segundo o JN, terá sido depois de um deles ter pedido para se despedir da namorada que os suspeitos conseguiram escapar das celas e fugir por uma janela.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG