Germano Silva, o Senhor Porto

Germano Silva, 85 anos, é um dos homens mais respeitados do jornalismo em Portugal. Reportagem sobre o autor de notícias, entrevistas e crónicas, que nesta semana será doutorado honoris causa pela Universidade do Porto, reconhecendo assim o trabalho deste contador de enredos e mistérios que dedicou a vida à cidade e às suas histórias.

O fato preto e a gravata já estão prontos. A próxima quinta-feira, 3 de novembro, será, para António Germano Silva, ou Germano Silva, ou apenas Germano, um dia memorável: recebe o título honoris causa pela Universidade do Porto e envergará as vestes académicas que o padre Américo Aguiar, da Irmandade dos Clérigos, amigo de longa data, fez questão de lhe oferecer. Jornalista durante quarenta anos, contador de enredos e mistérios do Porto, historiador «com curso tirado no conhecimento da vida», como costuma dizer, celebrou 85 anos a 13 de outubro e teve direito a festa pública, na abertura da exposição que a Casa do Infante acolhe por estes dias.

O menino que andou descalço, que foi, ainda bebé, para a Invicta (nasceu em São Martinho de Recezinhos, Penafiel), que morou em duas ilhas (conjunto de casas com acesso comum), que aprendeu a amar o Douro como coisa quase sagrada, é hoje o «homem do Porto».

Continue a ler o artigo na Notícias Magazine.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG