Vice-presidente de Trump vai escolher equipa de transição para a Casa Branca

Mike Pence vai substituir o governador Chris Christie, que nos últimos meses representou Trump nas reuniões na Casa Branca

O vice-presidente norte-americano eleito, o republicano Mike Pence, vai coordenar a transição do Governo de Donald Trump para a Casa Branca e compor a equipa do novo Presidente, indicou hoje o seu gabinete em comunicado.

Pence substitui nessas funções o governador de Nova Jérsia, Chris Christie, que nos últimos meses foi o principal representante de Trump nas reuniões realizadas na Casa Branca para preparar a transferência de poder em caso de vitória dos republicanos no escrutínio de terça-feira, 08 de novembro.

Apesar de Trump ter declarado, no discurso de vitória que proferiu na madrugada de quarta-feira, que quer dar mostras de unidade, os primeiros nomes apontados como ministeriáveis em pastas importantes do Governo são pessoas que defenderam o Presidente eleito de forma ferrenha durante a campanha e que não têm perfis moderados.

"A missão da nossa equipa é clara: reunir um grupo dos mais qualificados e bem-sucedidos líderes, que possa concretizar a nossa agenda em Washington. Juntos, iniciaremos a nossa urgente tarefa de reconstruir o país, em particular, criar emprego, segurança e oportunidades", disse Trump em comunicado.

Chris Christie esteve no centro de um escândalo durante a campanha eleitoral, pelo papel desempenhado no encerramento, em 2013, de uma ponte que une Nova Jérsia a Nova Iorque, por disputas políticas -- um caso que foi a julgamento, embora ele não tenha chegado a sentar-se no banco dos réus.

O senador Jeff Sessions e o neurocirurgião Ben Carson partilharão responsabilidades com Pense na escolha do novo executivo, que poderá ser composto pelas figuras que apoiaram a candidatura de Trump desde o início e que, apesar do discurso 'anti-establishment' do magnata do imobiliário, será dominado por políticos de Washington e personalidades de Wall Street.

Como anunciou o gabinete do Presidente eleito em Nova Iorque, Christie continuará a fazer parte da equipa de transferência de poder, juntamente com o ex-presidente da Câmara de Representantes Newt Gingrich, o tenente-general na reserva Michael Flynn e o ex-presidente da câmara de Nova Iorque Rudy Giuliani.

Todos eles são apontados como possíveis elementos do novo Governo de Trump.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG