Venezuela: Detido empresário português suspeito de sequestro

Um empresário português das áreas da restauração e distribuição de alimentos na Venezuela foi detido pelas autoridades venezuelanas por alegada participação em vários delitos, entre eles, sequestros.

O empresário, de 45 anos de idade, foi detido no Estado venezuelano de Vargas (30 quilómetros a norte de Caracas), na passada sexta-feira, para ser apresentado perante um juiz do Distrito Capital, divulgaram as autoridades venezuelanas. A detenção teve lugar na sequência de um mandado emitido a pedido do Ministério Público.

Em abril de 2013 o mesmo empresário foi detido pelas autoridades, com outras cinco pessoas, quando pretendia viajar para Maracaibo, Venezuela, com 165 mil dólares em dinheiro (147 mil euros).

Em 2018, segundo a imprensa local, o parlamento venezuelano alertou o Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos sobre um possível "uso fraudulento do asilo político", da parte deste empresário (que se encontrava em Florida, EUA), para fugir à justiça, que o acusa de vários delitos, na Venezuela e na República Dominicana.

O português é suspeito de ter tentado "legitimar capitais" através do Bank of América e do Citibank, nos Estados Unidos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG