"Vão matar a minha mãe". Criança de 6 anos consegue alertar polícia

A criança deu a morada correta e as autoridades prenderam o suspeito ainda no interior da casa

Uma criança de seis anos ligou para o número de emergência espanhol - o 092 - a alertar que a mãe estava a ser atacada pelo ex-companheiro. O homem terá dito que iria matar a mulher e os filhos.

Segundo o jornal La Vanguardia, a criança ligou este domingo por volta das 5h50 da madrugada, a partir de uma casa no bairro de Labañou, na Corunha (Espanha). O menino estava a cuidar do seu irmão mais novo, ainda bebé.

Depois de receber a chamada do menor, a Polícia Local da Corunha enviou dois agentes ao local. O menino de seis anos conseguiu dizer corretamente a morada e quando a polícia bateu à porta foi a mãe da criança que abriu. A mulher contou então que o seu ex-companheiro a tinha agredido com um murro na cara e que tinha ameaçado matá-la e aos filhos.

Os agentes encontraram a criança de seis anos a dar biberão ao irmão, um bebé de poucos meses.

A Polícia conseguiu deter o homem de 31 anos ainda dentro da casa, e este está acusado de violação da residência, violência de género e violação da ordem de restrição, uma vez que não se poderia aproximar da ex-mulher.

Em declarações ao programa 'Herrera en COPE', o inspetor-chefe da Polícia Local da Corunha, José Manuel Rico, revelou que o agressor "parecia estar sob a influência de alguma substância".

O inspetor confirmou que o homem tinha uma ordem de restrição e que o menor, ao chamar a polícia, disse-lhes: "Vão matar a minha mãe". Esta ameaça foi repetida, de acordo com o inspetor, quando os agentes detiveram o homem. "Ele ameaçou a vítima e as crianças", explicou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG