Um médico da secreta russa: revelada a identidade do segundo suspeito do ataque a Skripal

"Alexander Petrov" será, na verdade, um médico militar a trabalhar para os serviços secretos russo

Alexander Mishkin: será este o nome do segundo suspeito do ataque contra o ex-agente dos serviços secretos russo Serguei Skripal, segundo o site britânico de investigação Bellingcat, que acrescenta que o homem que viajava com o nome de Alexander Petrov é, na verdade, um médico militar a trabalhar para o serviços secretos da Rússia.

O Bellingcat garante que usou testemunhos de pessoas que o conheciam e as informações do seu passaporte para fazer a identificação. De acordo com esta fonte, Mishkin, atualmente com 39 anos, foi recrutado pelos serviços secretos russos (GRU) quando ainda estava a estudar medicina, em 2010, e fez várias viagens à Ucrânia, uma das quais durante a agitação de 2013

No mês passado, o mesmo site tinha identificado o primeiro suspeito do atentado como Anatoliy Chepiga, uma informação que foi negada pela Rússia. O seu nome falso era Ruslan Boshirov.

O ex-espião russo Sergei Skripal e a sua filha, Yulia, foram envenenados no Reino Unido em março. A Rússia tem negado qualquer envolvimento nos acontecimentos, mas o caso provocou uma grave crise diplomática entre Moscovo e vários países ocidentais que reagiram expulsando diplomatas russos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG