Tunisino detido em Antuérpia acusado de terrorismo de forma tentada

Homem conduziu ontem um automóvel a grande velocidade por uma rua pedonal

A Procuradoria federal belga divulgou hoje que o tunisino detido na quinta-feira em Antuérpia, após ter conduzido um automóvel a grande velocidade por uma rua pedonal e comercial, foi acusado de terrorismo de forma tentada.

O homem detido esta quinta-feira em Antuérpia - a segunda cidade belga, cerca de 50 quilómetros a norte de Bruxelas - , após ter conduzido a grande velocidade numa rua comercial e posto peões em perigo, foi acusado "homicídio de forma tentada de caráter terrorista, agressões de forma tentada de caráter terrorista e infrações à legislação sobre armas", segundo a Procuradoria.

Mohamed R., que foi inicialmente identificado como de nacionalidade francesa, é um tunisino de 39 anos, residente em França e ficou preso preventivamente.

O condutor foi detido por militares na zona portuária, após ter tentado atropelar pessoas que circulavam numa rua de comércio e pedonal.

No porta-bagagens do carro foram encontradas armas brancas e uma caçadeira.

A Bélgica mantém-se desde julho de 2016 no nível três (numa escala de quatro) de alerta terrorista, o que significa que o grau de ameaça é classificado como "grave, possível e verosímil" no território belga.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG