Trump suspende todos os voos da Europa para os EUA, exceto Reino Unido

Presidente dos Estados Unidos anuncia medida como combate à pandemia. Medida terá duração de 30 dias.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou esta madrugada que suspende por um período de 30 dias todos os voos da Europa para os EUA como medida de contenção da pandemia do covid-19.

Em declarações à nação, Trump excluiu no entanto as viagens de e para o Reino Unido.

A medida entrará em vigor na próxima sexta-feira à meia noite, afirmou ainda o presidente dos Estados Unidos, citado pelo Washington Post.

Trump anunciou ainda medidas de apoio às pequenas e médias empresas afetadas pela pandemia, como empréstimos a taxas de juro bonificadas.

A decisão de Donald Trump surge ao final do mesmo dia em que a Organização Mundial de Saúde decidiu classificar a crise do novo coronavírus covid-19 como pandemia.

Em conferência de imprensa, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, indicou que esta medida está relacionada com a expectativa de que nos próximos tempos o número de infetados e de mortos pelo novo coronavírus continue a aumentar.

O diretor-geral da OMS relembrou que "a contenção tem que continuar a ser o pilar mais forte" do combate ao coronavírus. Até porque nem todos os países atingiram a fase de mitigação (quando há contágio instalado na comunidade). 90% dos casos de infeção concentram-se em quatro países (China, Itália, Coreia do Sul e Irão). Os últimos dados apontam para mais de 118 mil contagiados distribuídos por 114 países e 4291 mortos. "A OMS está a avaliar o surto 24 horas por dia e estamos profundamente preocupados com os níveis alarmantes de disseminação e de inação".

Os Estados Unidos tinham na noite desta quarta-feira 1281 casos oficialmente confirmados e 37 mortes registadas.

Mais Notícias