Trump partilha por engano mensagem de crítico chamando-lhe "fascista"

Presidente dos EUA partilhou com os seguidores mensagem do Twitter em que era apelidado de fascista. Apagou cerca de cinco minutos depois

O Presidente norte-americano, Donald Trump, reenviou através da rede social de mensagens curtas Twitter, aparentemente por engano, uma mensagem de um dos seus críticos que o classificava de fascista.

A mensagem "ele é um fascista" reenviada por Trump aos seus 35 milhões de seguidores foi apagada cerca de cinco minutos depois, mas não evitou várias respostas.

"Ele é um fascista, então não é invulgar", escreveu um utilizador do Twitter identificado como "@MikeHolden42".

Trump reenviou a mensagem e "@MikeHolden42" comentou: "Estou a anunciar a minha reforma do Twitter. Nunca conseguirei superar este RT (ReTweet, reenvio ou resposta a mensagem nesta rede social)".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG