Trump prepara-se para adicionar a Venezuela à lista de países que patrocinam terrorismo

A confirmar-se, Venezuela junta-se a Irão, Coreia do Norte, Sudão e Síria nos países que apoiam "atos de terrorismo internacional".

A administração de Donald Trump está a preparar-se para adicionar a Venezuela à lista norte-americana de Estados que patrocinam terrorismo, no que seria uma escalada contra o governo de Nicolás Maduro, com base em informações passadas por fontes oficiais da Casa Branca ao The Washington Post.

Essa lista é reservada aos governos acusados de fornecer repetidamente "apoio a atos de terrorismo internacional" e nela constam apenas Irão, Coreia do Norte e Síria.

Esta decisão, a confirmar-se, virá na sequência da pressão exercida pelos legisladores republicados, liderados pelo senador Marco Rubio (Flórida), que alegou uma suposta ligação da Venezuela ao grupo libanês Hezbollah, às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) e a outros grupos.

Há muito que os republicados acusam a Venezuela de ter ligações a organizações terroristas, mas especialistas minimizaram a ameaça e a força dessas ligações. "Suspeito que isso será baseado em boatos e fontes de integridade questionável", referiu David Smilde, alto responsável do Washington Office on Latin America, uma organização que defende os direitos humanos nas Américas.

Segundo o jornal da capital, as autoridades dos Estados Unidos recusaram-se a esclarecer se a decisão final já teria sido tomada.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG