Trump é o primeiro presidente a dar número de telemóvel aos "colegas"

Maioria dos eleitores norte-americanos considera que líderes mundiais não devem ter o número de telemóvel pessoal do presidente dos EUA

Donald Trump inaugurou uma nova prática entre os inquilinos da Casa Branca: deu o seu número pessoal de telemóvel a vários líderes mundiais.

Contudo, os resultados de uma sondagem (online e via telefone) divulgada esta segunda-feira pela Rasmussen Reports (empresa conotada com a direita dos EUA) mostra que 57% dos norte-americanos discorda dessa decisão.

A Rasmussen Reports adianta que só 36% está a favor da opção de Donald Trump, já qualificado pela CNN como "o anti-presidente" por quebrar as normas e tradições que regem o exercício do cargo de Presidente dos EUA.

A medida permite que os líderes mundiais a quem Trump deu o seu número de telemóvel pessoal lhe possam ligar diretamente e sem monitorização, como até agora foi prática.

A sondagem de âmbito nacional foi realizada entre 31 de maio e 1 de junho, abrangendo um universo de 1000 eleitores e com um grau de confiança de 95%. A margem de erro situa-se nos mais ou menos 3%, informa a empresa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG