Trump diz que 'falar não é a solução' para a Coreia do Norte

"Os EUA estão a negociar com a Coreia do Norte e a pagar dinheiro de extorsão há 25 anos. Falar não é a solução!", escreveu Trump numa publicação no Twitter.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, descartou quarta-feira todas as negociações diplomáticas com a Coreia do Norte, dizendo que "falar não é a solução", um dia depois de Pyongyang ter disparado um míssil balístico que passou sobre o Japão.

"Os EUA estão a negociar com a Coreia do Norte e a pagar dinheiro de extorsão há 25 anos. Falar não é a solução!", escreveu Trump numa publicação no Twitter.

Recorde-se que Pyongyang disparou esta semana um míssil de médio alcance, que sobrevoou a ilha de Hokkaido (norte), a segunda maior ilha do arquipélago do Japão, e caiu no Oceano Pacífico, a 1.180 quilómetros da costa japonesa.

Porém, também esta quarta-feira, o secretário da Defesa dos EUA, James Mattis, veio defender - em via oposta ao presidente - que ainda existe espaço para uma "solução diplomática" do problema com a Coreia do Norte.

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e o presidente dos EUA, Donald Trump, acordaram ao telefone em exercer ainda mais pressão sobre Pyongyang após o novo lançamento do um míssil.

Donald Trump e Shinzo Abe "coincidiram totalmente" relativamente à postura e às medidas a tomar perante as constantes provocações da Coreia do Norte, assinalou o primeiro-ministro nipónico em declarações reproduzidas pela televisão estatal NHK.

O novo lançamento "constitui uma ameaça muito séria e grave, e não tem precedentes", afirmou Abe, que anunciou ter pedido uma reunião urgente do Conselho de Segurança das Nações Unidas "para pressionar ainda mais a Coreia do Norte".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG