Tesla de Elon Musk está a ser investigada pelo Departamento de Justiça dos EUA

O equivalente ao Ministério Público em Portugal abriu uma investigação à empresa de automóveis elétricos e as ações da companhia cairam em bolsa

A produtora de carros elétricos norte-americana está sob investigação do Departamento de Justiça dos EUA em torno de declarações públicas de Elon Musk no Twitter.

O caso está sob investigação por fraude desde depois do CEO da empresa. Elon Musk, ter escrito na rede social que "tinha um fundo garantido". Depois do tweet em que admitia sair da bolsa, as ações da empresa dispararam.

A empresa confirmou, em comunicado, que está a colaborar com a Justiça. "No mês passado, após o anúncio de Elon de que considerava tornar a empresa privada, a Tesla recebeu um pedido voluntário de documentos do Departamento de Justiça e tem respondeu de forma cooperante", lê-se.

O comunicado foi emitido esta terça-feira após a notícia da abertura da investigação da Bloomberg. "Não recebemos uma intimação, um pedido para depor ou outro pedido formal. Respeitamos o desejo do Departamento de Justiça de obter informação sobre este assunto e acreditamos que o assunto deve ser resolvido rapidamente uma vez revista a informação que receberam."

O inquérito está no início, afirma a Bloomberg, e pode levar meses.

As ações da Tesla caíram 4,45 para 282 dólares. Um trambolhão na bolsa que fez com que as ações caíssem até aos 287,5 dólares durante a manhã, em Nova Iorque, como mostra o gráfico publicado pelo site de informação económica.

Mais Notícias