Tempestade e vento forte cancelam todos os voos no aeroporto de Amesterdão

Edifícios foram danificados e árvores arrancadas. Mau tempo obrigou ao cancelamento de pelo menos 260 voos do aeroporto de Schiphol

Todos os voos com partida e chegada no aeroporto de Amesterdão foram cancelados esta quinta-feira devido a uma forte tempestade. Os ventos, que chegam aos 140 quilómetros/hora, danificaram edifícios e arrancaram árvores.

A nível nacional, comboios, elétricos e autocarros interromperam a circulação e as autoridades estão em alerta máximo devido ao mau tempo-

Pelo menos 260 voos terão sido afetados no aeroporto de Schiphol.. "Devido a condições meteorológicas adversas, todo o tráfego aéreo foi suspenso até novo aviso", informou o aeroporto através do Twitter.

Numa segunda mensagem, as autoridades aeroportuárias admitem que o tráfego seja restabelecido gradualmente a partir do final da manhã.

Ainda no Twitter, o aeroporto explicou que algumas placas do telhado do terminal se soltaram devido ao vento forte, pelo que foram encerradas algumas entradas para as partidas.

Mau tempo na Europa do Norte

Na vizinha Bélgica, a tempestade obrigou ao encerramento do porto de Ghent e a circulação de elétricos foi interrompida em várias partes da capital, Bruxelas, onde vários parques públicos foram encerrados.

Na Alemanha, as escolas estão fechadas na antecipação da tempestade, com neve, chuva e ventos fortes. O serviço ferroviário alemão cancelou toda a circulação no estado mais populoso do país, o da Renânia do Norte-Vestefália. A praça em frente à catedral de Colónia foi parcialmente isolada por precaução, em caso de queda de pedras devido às rajadas de vento.

No Reino Unido foram registados ventos de até 110 quilómetros/hora e milhares de casas no sudeste de Inglaterra ficaram sem eletricidade. A circulação ferroviária regista grandes atrasos, porque o vento danificou linhas elétricas e causou a queda de árvores nos carris. Em algumas zonas da Escócia, desaconselhou-se a circulação automóvel devido ao perigo causado pelos ventos, neve e gelo.

A Roménia foi outro dos países atingidos, com a tempestade de neve e os ventos fortes a deixarem dezenas de escolas, várias estradas e portos fechados, bem como milhares de pessoas sem eletricidade.

A ministra do Interior, Carmen Dan, disse hoje que cerca de 32.000 pessoas estão sem eletricidade em 13 condados da Roménia.

Com Lusa

Mais Notícias

Outras Notícias GMG