Socialista Patxi López eleito presidente do Parlamento espanhol

Eleição foi possível à segunda volta, onde era apenas preciso maioria simples, graças a um acordo entre PSOE e Ciudadanos

O socialista Patxi López foi hoje eleito como novo presidente do Congresso dos Deputados (parlamento) da 11.ª legislatura espanhola, conseguindo 130 votos (frente aos 71 de Carolina Bescansa, do Podemos) numa segunda votação no plenário.

O antigo presidente regional socialista do País Basco (lehendakari) foi eleito graças a um acordo do PSOE (90 deputados) com o Ciudadanos de Albert Rivera (40 deputados). O acordo levou o PP (vencedor das eleições com 123 deputados) a renunciar a propor um nome para presidente da Mesa do Congresso.

No entanto, os três partidos deverão ter acordado (indiretamente, com a mediação do Ciudadanos) a restante constituição da Mesa: três elementos para o PP, um outro para o PSOE (além do Presidente), dois para o Ciudadanos e os restantes dois para o Podemos.

Num parlamento altamente fragmentado, que implicará acordos para a formação de Governo e para as votações de investidura do presidente do executivo, trata-se da primeira vez que o presidente da Mesa do Congresso em Espanha (agora do PSOE) não pertence à força mais votada nas eleições gerais (PP).

Já a candidata do Podemos, Carolina Bescansa, conseguiu 71 votos, juntando os 69 do Podemos e das suas três coligações regionais (En Comú Podem, Compromís e En Marea) aos dois da Unidade Popular /Izquierda Unida (antigo partido comunista espanhol). A mesa provisória registou ainda 148 votos em branco.

Na primeira votação, na qual era preciso maioria absoluta, Patxi Lopez também registou 130 votos, pelo que foi necessária uma segunda votação (esta por maioria simples), na qual tanto o socialista como Carolina Bescansa obtiveram os mesmos resultados.

O parlamento espanhol vai agora eleger os restantes oito elementos da Mesa do Congresso.

Na Câmara Alta das Cortes espanholas, o senador do PP Pío García Escudero foi hoje reeleito por maioria absoluta. Trata-se da segunda legislatura consecutiva em que cumpre estas funções.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG