Sarah McBride eleita primeira senadora transgénero da história dos EUA

A democrata foi eleita pelo estado do Delaware. Importante ativista na luta contra a discriminação de género, tinha trabalhado na Casa Branca durante a presidência de Obama.

Sarah McBride tornou-se na madrugada desta quarta-feira a primeira senadora transgénero da história dos Estados Unidos. A democrata, de 30 anos, foi eleita pelo estado do Delaware.

"Espero que esta noite mostre aos jovens LGBTQ que a nossa democracia é grande o suficiente para incluí-los", escreveu radiante nas redes sociais, após saber que tinha sido eleita.

Sarah ganhou projeção em 2016, quando se tornou a primeira mulher transgénero a discursar na Convenção do Partido Democrata. Na ocasião, anunciou a candidatura presidencial de Hillary Clinton.

McBride nasceu em Wilmington, território aliado de Joe Biden. A democrata chegou a trabalhar com Beau Biden, filho do candidato à presidência dos EUA, quando era fiscal do estado de Wilmington. Posteriormente esteve na Casa Branca, durante a presidência de Barack Obama.

Desde 2013 que Sarah McBride tem sido um dos rostos da luta contra a discriminação de género nos Estados Unidos, em particular no estado do Delaware. Atualmente era porta-voz de Campanha pelos Direitos Humanos (HRC, sigla em inglês).

A organização Victory Fund, que defende a eleição de pessoas transgénero, classificou a eleição de Sarah como "uma poderosa esperança para os eleitores que cada vez mais rejeitam a política da intolerância e favorecem os candidatos que lutam pela justiça e igualdade". As redes sociais de Sarah encheram-se de mensagens de organizações e pessoas particulares a darem-lhe felicitações.

Também na madrugada desta quarta-feira, mas mais a norte dos EUA, outra mulher fez história. Taylor Small, de 26 anos, foi eleita para a Câmara dos Representantes do estado do Vermont, ao obter 43% e 41% dos votos em dois distritos. "Quinto legislador transgénero na nação!", escreveu no Twitter.

Este triunfo surge anos depois de o democrata Danica Roem se ter tornado o primeiro legislador abertamente transgénero dos EUA. Roem foi eleito para a assembleia do estado da Virgínia em 2017.

Em 2018, a democrata do Vermont Christine Hallquist tornou-se a primeira pessoa abertamente transgénero indicada para o cargo de governador por um grande partido nos Estados Unidos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG