Foi assaltado em pleno voo. E ficou sem 225 mil euros

BBC diz que existem suspeitas de que haja gangues organizados envolvidos nestes crimes

As autoridades de Hong Kong anunciaram esta segunda-feira que um passageiro num voo da transportadora Emirates que aterrou no aeroporto local perdeu quase 225 mil euros em valores e dinheiro, após ter sido assaltado no ar.

De acordo com a BBC, a polícia disse que o homem, um estrangeiro de 39 anos, tinha ficado sem dois relógios e bastante dinheiro numa divisa estrangeira. Segundo a imprensa local, tratava-se de um negociante de relógios turco que viajava em classe económica na transportadora Emirates, vindo do Dubai.

Um porta-voz da transportadora disse à BBC que a Emirates estava a trabalhar com a polícia para perceber como é que a bagagem de mão do passageiro tinha sido assaltada em pleno voo, e para identificar o culpado, não fornecendo mais informação para não prejudicar a investigação.

Não é o primeiro relato de um assalto à bagagem de mão em plena cabine de avião. A BBC destaca que existem suspeitas de que haja gangues organizados que se dedicam exclusivamente a este tipo de roubo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG