Robert Fico: UE fará com que brexit seja "muito doloroso" para Reino Unido

Os comentários do primeiro-ministro eslovaco vão em "sentido contrário" a declarações de outros líderes europeus

A União Europeia vai fazer com que o brexit seja "muito doloroso" para o Reino Unido e um aviso para quem considere seguir os passos britânicos de afastamento da União, afirmou ao Financial Times o primeiro-ministro eslovaco, Robert Fico.

"A União Europeia vai aproveitar a oportunidade para dizer às pessoas: escutem, agora vão ver porque é que é importante ficarem na UE", afirmou o chefe do Governo da Eslováquia, país que assegura atualmente a presidência rotativa da UE.

"Apesar de ser a quinta maior economia do mundo, será muito doloroso para o Reino Unido", afirmou Fico, considerando como um bluff o otimismo que o governo britânico tem tentado passar sobre o processo de saída da União.

Os comentários de Fico vão em "sentido contrário" a declarações de outros líderes europeus, que negam querer "punir" o Reino Unido pela decisão de saída.

"Não queremos negociar (o Brexit) de uma forma que puna o Reino Unido e os britânicos, mas temos que garantir que os interesses da Europa e de França sejam assegurados", declarou na passada sexta-feira Axelle Lemaire, secretária de Estado das Finanças francesa, de visita a Londres.

Os líderes europeus abordaram as questões relativas ao Brexit num pequeno-almoço de trabalho em Bratislava, onde estiveram reunidos na passada sexta-feira sem a presença do Reino Unido.

A União Europeia está à espera que Londres ative os procedimentos de saída prévios ao início das negociações, o que não deverá acontecer antes do início de 2017.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG