Quem são os jovens que prendem a atenção do mundo inteiro?

Do grupo, dois já comemoraram o aniversário desde que entraram na gruta do norte da Tailândia. Um não faz parte da equipa de futebol, mas no dia 23 de junho acompanhava o seu melhor amigo. O treinador já foi monge budista

A paixão pelo futebol une os 12 jovens tailandeses que entraram na gruta de Tham Luang no dia 23 de junho, quando um deles - conhecido por Night - comemorava o seu 16.º aniversário. Nas duas semanas em que estiveram presos na gruta, Dom fez 14 anos. Este domingo começaram a ser retirados por mergulhadores de elite.

Dos 12, só um não é jogador do clube tailandês Wild Boars - Nick é amigo de Bew e acompanhava o amigo no dia em que o treinador levou a equipa a conhecer a gruta. O The Guardian fez uma pequena biografia com o pouco que se sabe sobre os jovens tailandeses a partir do jornal tailandês Thai Rath. Quem são, então, os 12 jovens e o treinador que têm presa a atenção do mundo inteiro?

Chanin Wiboonrungrueng, 11 anos
Titan é o mais jovem do grupo. É avançado talentoso e joga futebol há cinco anos. Jogava na equipa da escola, deu nas vistas, e foi posteriormente convidado para os Wild Boars.

Ekkarat Wongsookchan, 14 anos
É o guarda-redes da equipa. Chamam-lhe Bew e diz-se que é um jogador muito disciplinado - no final dos treinos é habitual vê-lo a recolher o material de toda a equipa.

Pipat Bodhi, 15 anos
O seu apelido é Nick. É o melhor amigo de Bew. Não é membro da equipa de futebol, mas tinha-se juntado ao grupo no dia 23 de junho, quando foram passear à gruta, porque estava a acompanhar Bew.

Prajak Sutham, 14 anos
Conhecido como Nota, o jovem joga futebol há dois anos. A sua posição é no meio-campo, mas às vezes também é chamado à baliza.

Pornchai Kamluang, 16 anos
Tee, como é conhecido, é um dos defesas dos Wild Boars.

Panumas Saengdee, 13 anos
Chamam-lhe Mick é um portento em campo. Apesar de jogar à defesa, as suas aptidões são muito elogiadas e há quem o prefira como atacante, porque ele é forte em jogadas aéreas e hábil com a cabeça.

Adul Sam-on, 14 anos
É o único rapaz da gruta rapaz que domina o inglês e que falou com os mergulhadores. Também fala tailandês, mandarim e birmanês, uma vez que morou no estado de Shan, na fronteira de Mianmar. Joga no meio-campo, na ala esquerda.

Peerapat Sompiangjai, 16 anos
Os amigos chamam-lhe Night e entrou na gruta com o seu treinador e companheiros precisamente no dia em que comemorava o 16º aniversário. Joga na ala direita da equipa.

Sompong Jaiwong, 13 anos
Pong, como é conhecido, é dos mais jovens. Joga na ala direita do meio-campo.

Duangpetch Promthep, 14 anos
Dom comemorou o 14ª aniversário dentro da gruta, no dia seguinte ao grupo ter sido descoberto pelos socorristas. É um dos avançados e o capitão de equipa. Os colegas destacam o seu perfil de líder e o seu sentido de humor.

Nattawut Takamsai, 14 anos
Tle, como os amigos lhe chamam, é o terceiro avançado dos Wild Boars. Tem 14 anos.

Mongkol Boonpiam, 14 anos
É conhecido por Mark e tem 14 anos. O jornal desportivo da Tailândia Siamsport diz que joga futebol desde o jardim de infância e gosta tanto de futebol que quase todos os dias uma camisola de uma equipa de futebol americano. O seu clube de eleição é o Muangthong United, que lidera a primeira liga tailandesa. Gosta de nadar e andar de bicicleta.

Ekaphol Chantawong, 25 anos
O treinador, que tem 25 anos e levou os rapazes para a gruta no dia 23 de junho, já foi ordenado como monge budista. Mas, de acordo com os jornais tailandeses, deixou de ser monge e dedicou parte do seu tempo a cuidar da avó. Numa carta conhecida ontem, o treinador pediu perdão aos pais dos jovens por os ter levado para a gruta.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG