Queda de ponte em Miami. Número de mortos sobe para seis

Autoridades acreditam que poderá haver mais vítimas mortais

O colapso de uma ponte pedestre em Miami fez, pelo menos, seis mortos. Este foi o balanço que as autoridades divulgaram hoje de manhã. A polícia acredita, no entanto, que há mais corpos por entre os escombros. As esperanças de encontrar alguém vivo são mínimas.

O detetive Alvaro Zabaleta assumiu aos jornalistas que a operação de resgate transformou-se numa missão de recuperação.

Os engenheiros temem o colapso das estruturas nos dois extremos da obra, colocada no sábado e que ainda não tinha sido aberta ao público. "A totalidade da ponte está em perigo", disse Zabaleta.

Na atualização da informação, a polícia revela que há, pelo menos, nove pessoas feridas, que foram levadas para o hospital. Inicialmente, as autoridades apontavam para 10 feridos.

O desmoronamento da ponte pedonal na Universidade Internacional da Florida aconteceu na quinta-feira.

O Comité Nacional de Segurança dos Transportes enviou 15 investigadores para o local para procederem às investigações. Em conferência de imprensa, o presidente, Robert Sumwalt, adiantou que nunca houve problemas com pontes deste género, nos EUA, mas que talvez estas estruturas precisem de ser reavaliadas e reforçadas. Acrescentando que se encontrarem falhas no caso de Miami podem imediatamente emitir recomendações para a atuação das autoridades.

Donald Trump também comentou o acidente no Twitter. "Continuo a monitorizar o lamentável colapso da ponte FIU - tão trágico. Muitos bravos socorristas estão no local a salvar vidas. Obrigada pela vossa coragem. Vou rezar por todos os afetados", escreveu.

A ponte foi construída no passado sábado, quando todas as partes foram juntas, no local. Teve um custo de 14,2 milhões de dólares

A ponte passava sobre uma via rápida e ruiu sobre vários carros em circulação. A secção que caiu pesava 950 toneladas. A ponte só devia estar pronta em 2019, segundo o Miami Herald. Mas, foi elevada inteiramente na manhã de sábado, o que lhe valeu o título de "ponte instantânea".

Segundo a CNN, a ponte foi construída no passado sábado, quando todas as partes foram juntas, no local. Teve um custo de 14,2 milhões de dólares.

A ponte foi construída para suportar um furacão de categoria 5, segundo as informações da construção. Era suposto durar pelo menos 100 anos

A Universidade Internacional da Florida (FIU, na sigla em inglês) emitiu um comunicado face ao trágico acidente. "Estamos chocados e tristes com este trágico acontecimento na ponte pedonal FIU-Sweetwater".

A ponte foi construída para suportar um furacão de categoria 5, segundo as informações da construção. Era suposto durar pelo menos 100 anos.

A empresa construtora emitiu um comunicado a dizer que vai colaborar com as autoridades. E lamentou o incidente.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG