Putin ordena que força aérea esteja pronta para "tempos de guerra"

Ministério da defesa russo vai avaliar a prontidão das tropas e colocá-las em estado de prevenção

O presidente russo Vladimir Putin ordenou que fosse feita uma vistoria à força aérea do país para garantir que está preparada para "tempos de guerra", segundo o ministro da Defesa russo Sergey Shoigu.

O ministro afirmou que esta avaliação começou esta terça-feira, segundo a agência russa TASS.

"De acordo com a decisão do Supremo Comandante das Forças Armadas, começou uma inspeção às Forças Aereoespaciais para avaliar a prontidão dos órgãos de controlo e das tropas para realizar tarefas dos treinos de combate", afirmou Shoigu.

"Será dada atenção especial ao alerta de combate, à disposição de sistemas de defesa aéreos em tempos de guerra e à prontidão dos grupos aéreos para repelir ataques", continuou o ministro da defesa.

A Rússia tem o quarto maior orçamento militar anual do mundo, avaliado em cerca de 66 mil milhões de dólares, cerca de 61 mil milhões de euros. À sua frente estão a Arábia Saudita, a China e, em primeiro lugar, os Estados Unidos.

Em dezembro, Putin afirmou que o país devia reforçar o seu arsenal nuclear e disse que a Rússia conseguia vencer "qualquer potencial agressor".

A ordem de Putin surge numa altura em que ainda se regista alguma tensão com a Ucrânia, após a anexação de Crimeia por parte da Rússia, e com alguns países do Ocidente por causa do conflito na Síria.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG