Procuradoria francesa investiga viagem de Macron a Las Vegas 

Viagem aconteceu quando Macron era ministro da Economia. Inquérito investiga favoritismo

A procuradoria de Paris está a investigar alegadas irregularidades na organização de uma viagem de Emmanuel Macron a Las Vegas, nos Estados Unidos, em 2016, quando era ministro da Economia. A investigação é sobre um alegado favorecimento e não acusa ninguém neste momento.

Esta sexta-feira foi aberto um inquérito formal ao caso, após uma investigação anticorrupção à organização da viagem ao Consumer Electronics Show, segundo a AP. A viagem, em janeiro do ano passado, serviu para promover empresas startups de tecnologia francesas e Macron, na altura ministroe agora Presidente, discursou neste evento.

As autoridades acreditam que a empresa que organizou a viagem conseguiu fazê-lo sem passar por todos os requisitos obrigatórios de concurso público.

No início deste ano, quando surgiram as primeiras alegações de irregularidades, fontes oficiais disseram que o agora presidente francês não teve nada a ver com a organização do evento ou da viagem, segundo a Reuters.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG