Procurador alemão confirmou por escrito aos McCann: "Maddie está morta"

A notícia está a ser avançada pela imprensa inglesa. Na carta, os procuradores terão assegurado que possuem provas concretas da morte de Maddie mas que não podiam revelar quais eram.

Os procuradores alemães escreveram a Kate e Gerry McCann e na missiva informaram que têm "provas concretas" de que a sua filha Madeleine está morta.

Contudo, segundo avançam o Daily Mirror e a Sky News, os representantes do Ministério Público alemão disseram que não estavam dispostos a divulgar quais são as provas, pois isso pode dificultar a investigação em curso.

O Mirror cita mesmo o procurador que lidera a investigação. "Temos plena consciência de que vai ser muito difícil para a família saber que assumimos que Madeleine está morta. Mas não podemos dizer por que é que achamos que está morta", contou o procurador Hans Christian Wolters.

Acrescentou que tem havido uma troca crescente de informações entre a equipa alemã, a Scotland Yard e a PJ e MP de Portugal, mas admitiu que "nem todos os detalhes foram passados".

O principal suspeito no caso é um pedófilo condenado conhecido como Christian Bruckner que está atualmente numa prisão alemã por crimes não relacionados. Maddie McCann desapareceu do resort em Lagos em 2007, quando tinha apenas três anos de idade.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG