PR angolano exonerou 22 altos responsáveis no Estado-Maior e Forças Armadas

Exonerações surgem na sequência de reunião entre o presidente da república angolana e o Conselho de Segurança Nacional

O Presidente angolano, João Lourenço, exonerou hoje 22 altos responsáveis, sobretudo oficiais superiores, em funções entre o Estado-Maior das Forças Armadas Angolanas (FAA) e a Casa de Segurança, segundo informação disponibilizada à agência Lusa.

Segundo a mesma informação, da Casa Civil do Presidente da República, as exonerações, bem como as 20 nomeações feitas hoje, foram decretadas "depois de ouvido o Conselho de Segurança Nacional".

A mais sonante exoneração é a do general-de-exército (o mais alto posto da hierarquia militar angolana) Geraldo Sachipengo Nunda do cargo de Chefe do Estado-Maior General das FAA.

António Egídio de Sousa Santos foi exonerado do cargo de Chefe do Estado-Maior General-Adjunto para a Área de Educação Patriótica e nomeado para suceder a Geraldo Sachipengo Nunda.

Também foi exonerado do cargo de Chefe do Estado-Maior General Adjunto para a Área Operacional e de Desenvolvimento o general José Luís Caetano Higino de Sousa, nomeado, por sua vez, diretor-geral do Serviço de Inteligência Externa.

Neste serviço de informação foi exonerado, também hoje, por decisão de João Lourenço, do tenente-general André de Oliveira João Sango, que tinha sido nomeado diretor-geral por decreto presidencial do dia 12 de outubro de 2012, na presidência de José Eduardo dos Santos.

Na lista das exonerações divulgadas hoje figura ainda o general Marques Correia, até agora segundo comandante do Exército, e o general Matias Lima Coelho, Inspetor-Geral da Defesa Nacional. Este último passa, por nomeação também de hoje, a ocupar o cargo de Chefe do Estado-Maior do Exército, enquanto o general Marques Correia assume a função de Inspetor-Geral da Defesa Nacional.

Já o general Sequeira João Lourenço, irmão do chefe de Estado, foi exonerado do cargo de secretário executivo da Casa Militar e nomeado chefe adjunto da Casa de Segurança do Presidente da República.

A Unidade da Guarda Presidencial, o Gabinete de Saúde da Casa de Segurança, o Gabinete de Estudos de Segurança da Casa Militar, o Gabinete de Voo Presidencial da Casa Militar e o Gabinete de Obras Especiais da Casa Militar também foram alvo de exonerações e nomeações pelo Presidente angolano.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG