PP aumenta vantagem mas continua sem maioria. PSOE segura segundo lugar

Resultado do Podemos é pior do que as projeções previram

O Partido Socialista espanhol (PSOE) conseguiu segurar a posição de segunda força política em Espanha, ainda que por uma pequena margem. O PP, com cerca de 33% dos votos e 137 deputados, venceu as eleições legislativas deste domingo, aumentando a vantagem relativamente à eleições anteriores (obtivera 123 deputados) mas sem conseguir a maioria.

O resultado do PSOE (22,68%, 85 deputados quando estavam apurados 99,41% dos votos) é uma desilusão para o Unidos Podemos (21,09%, 71 deputados) especialmente porque as projeções avançadas logo após o fecho das urnas davam o segundo lugar nos votos à coligação liderada por Pablo Iglesias. O Ciudadanos mantém-se como quarta força, com 13,04% dos votos e 32 deputados.

A estação de televisão espanhola previra que o PP arrecadararia 28,4% de votos, conseguindo entre 117 e 121 deputados, o Podemos 25,6% (91 a 95 deputados), o PSOE 22% (81 a 85 deputados) e o Ciudadanos 11,79% (26 a 30 deputados).

Quanto à abstenção, esta acabou por se revelar menor que se previra. 69,84% dos eleitores votaram, número semelhante ao registado há seis meses.

Estas são as segundas legislativas espanholas em seis meses, após não ter sido possível formar governo com o parlamento saído das eleições anteriores.

Nas eleições anteriores, a 20 de dezembro, o PP conseguiu eleger 123 deputados, o PSOE 90, o Podemos 69 e o Ciudadanos 40.

(Atualização às 22:55)

Mais Notícias

Outras Notícias GMG