Porta-voz de Bolsonaro tem covid-19

Rego Barros é o 24º caso da doença no núcleo do presidente, que se recusa a mostrar os seus exames.

O general Otávio Rêgo Barros, porta-voz de Jair Bolsonaro, foi diagnosticado com covid-19. Com 59 anos, o último membro da equipa presidencial a contrair a doença está assintomático a cumprir isolamento em casa.

Em março, 23 pessoas que integraram a comitiva presidencial de Bolsonaro numa viagem aos Estados Unidos testaram positivo. Entre eles, os ministros Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Bento Albuquerque (Minas e Energia), além do secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten. O porta-voz não viajou.

Bolsonaro também fez o tetse em duas ocasiões e em ambas revelou ter testado negativo. Entretanto, o jornal O Estado de S. Paulo conseguiu na justiça obrigar o presidente a mostrar os laudos dos exames. Ele negou-se, recorreu e conseguiu que a ordem fosse suspensa para análise por mais cinco dias.

Na ocasião da realização do primeiro exame, o terceiro filho de Bolsonaro chegou a afirmar ao canal Fox News, dos Estados Unidos, que o pai testara positivo. Em seguida, o deputado Eduardo Bolsonaro desmentiu-se.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG