Polícia suspeita de gato de rua em tentativa de homicídio no Japão

Idosa atacada ficou com cerca de 20 cortes na cara. Sangue foi encontrado nas unhas de um gato vadio

Uma mulher de 82 anos, Mayuko Matsumoto, foi descoberta pela filha em casa - em Mifune, no Japão - em choque e com cerca de 20 cortes na cara. Mas o ataque parecia inexplicável: as autoridades não encontraram sinal de entrada forçada no imóvel e a idosa, acamada, perdeu a fala, pelo que não consegue explicar o que aconteceu.

Segundo a imprensa japonesa, a polícia abriu uma investigação por tentativa de homicídio, mas as pistas levaram as autoridades a colocar a hipótese de um suspeito, no mínimo, insólito: as feridas na cara de Matsumoto pareciam arranhões feitos por um gato, pelo que os agentes começaram a investigar os animais que se movimentavam nas imediações da casa da idosa.

A estação pública japonesa NHK avançou entretanto que as autoridades estão a analisar amostras de sangue retiradas das garras de um dos gatos vadios, que será o autor do crime. Um porta-voz da polícia disse à AFP que não iria comentar, mas também não desmentiu as notícias entretanto avançadas sobre o felino que será o provável autor da tentativa de homicídio.

Mais Notícias