Polícia encontra 1500 tartarugas com fita adesiva no aeroporto

Os animais, entre eles uma espécie em vias de extinção, foram encontrados no aeroporto internacional Ninoy Aquino de Manila, nas Filipinas.

A polícia das Filipinas encontrou mais de 1500 tartarugas vivas, de diferentes espécies, embrulhadas em fita adesiva no aeroporto de Manila. A bagagem onde estas seguiam não foi reclamada. Se chegassem a ser vendidos, os animais poderiam valer mais de 4,5 milhões de pesos (cerca de 70 mil euros), afirma a BBC.

A tese da polícia é de que a bagagem terá sido abandonada depois de o passageiro filipino, vindo de Hong Kong, que a levava ter sido informado acerca das consequências de traficar animais selvagens, que incluem dois anos de prisão ou pagar uma fiança de 200 mil pesos (cerca de três mil euros).

Entre as tartarugas encontradas estão tartarugas-de-espora, uma das espécies mais ameaçadas pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN na sigla inglesa).

Além de serem mantidas em casa como animais exóticas, as tartarugas são também usadas como forma de medicina tradicional e iguaria.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG