Polícia brasileira mata três suspeitos de roubo milionário no Paraguai

Meia centena de brasileiros fizeram roubo estimado em 38,6 milhões de euros a empresa de segurança em cidade fronteiriça.

Três mortos e dois feridos presos é o balanço dos confrontos, esta segunda-feira, entre a Polícia Federal brasileira e um grupo de suspeitos de um roubo no Paraguai estimado em 38, 6 milhões de euros.

O assalto terá envolvido meia centena de brasileiros e deu-se na madrugada desta segunda-feira em Ciudad del Este, na fronteira com o Brasil, informou a polícia. O alvo foi a sede da empresa de segurança e transporte de valores Prosegur.

A troca de tiros com um grupo de 12 suspeitos do roubo ocorreu nas proximidades do Lago de Itaipu, a oeste do Paraná e próximo da fronteira com o Paraguai.

Pouco depois houve nova troca de tiros noutro local, São Miguel do Iguaçu. Um dos dois feridos foi preso junto a uma empresa de camionagem, quando tentava embarcar em direção a São Paulo.

A polícia adiantou ter apreendido cinco viaturas, entre as quais um carro da própria polícia, uma espingarda, uma pistola, munições de calibre grosso, um barco, sete quilos de explosivos e malas vazias.

A Polícia Nacional do Paraguai indicou que o balanço inicial do assalto apontava para o roubo de 40 milhões de dólares (cerca de 38,6 milhões de euros). Horas depois, contudo, adiantou que os montantes ainda estavam a ser contabilizados.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG