PM com 16 anos "toma conta" da Finlândia por um dia

Chefe de governo Sanna Marin, ela própria a PM mais jovem do mundo, celebrou o Dia Internacional da Menina por antecipação de forma original.

Aava Murto tem 16 anos e, esta quarta-feira, foi primeira-ministra de um Estado-Membro da União Europeia. Pelo menos de forma honorária. A chefe de governo da Finlândia, Sanna Marin, convidou-a para assumir o seu lugar por um dia.

A iniciativa visou celebrar -- com um dia de anticipação -- o Dia Internacional da Menina, da UNICEF, e faz parte de uma campanha global denominada "Poder às raparigas" (Girl's Takeover no original inglês) que tem como objetivo colocar meninas em lugares de poder político e empresarial durante um dia.

Murto passou o dia em reuniões com membros do governo e, na agenda, tinha os direitos das mulheres nas áreas da tecnologia.

"É um prazer estar aqui a falar perante vós -- ainda que, de certa forma, preferia não ter de estar aqui, que campanhas como o 'Poder às raparigas' já não fossem necessárias", afirmou Aava Murto num discurso, citado pela BBC. "No entanto, a verdade é que ainda não conseguimos concretizar a igualdade de género, em lugar nenhum no planeta. Ainda que já tenhamos feitos grandes conquistas nesta área, ainda há muito que precisa de ser feito".

Aava Murto é uma ativista na área do clima e dos diretos humanos.

A primeira-ministra Saana Marin tornou-se, ela própria, a mais nova chefe de governo do mundo, quando tomou posse no ano passado, aos 34 anos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG