Partido Popular Europeu lamenta saída do Reino Unido da UE

O líder afirmou que o brexit causa "grande dano" tanto à União Europeia como ao Reino Unido e que o processo tem de estar terminado em dois anos

O líder do Partido Popular Europeu (PPE) disse hoje "lamentar mas respeitar" o resultado do referendo britânico, que determinou a saída do país da União Europeia, e sublinhou que a decisão "causa um grande dano" às duas partes.

"Respeitamos e lamentamos a decisão dos eleitores britânicos. Causa um grande dano a ambas as partes", disse o alemão Manfred Weber na sua conta de Twitter.

Weber sublinhou também que as negociações para a saída do Reino Unido da União Europeia têm de estar terminadas no máximo em dois anos e que "não pode haver um tratamento especial" ou a favor do país no complicado e sem precedentes processo de saída.

"Saída significa saída", frisou.

Saída significa saída

O presidente do PPE no Parlamento Europeu assinalou que o referendo foi britânico e não europeu, mas admitiu que deseja "uma Europa melhor e mais audaz".

"Temos de convencer os cidadãos a levar a Europa novamente para junto deles", destacou, depois de serem conhecidos os resultados do referendo, que deram vitória ao 'brexit'.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG