Operação Lava Jato começou em 2014 e já tem 25 fases

O esquema de corrupção, desvio de dinheiro e branqueamento de capitais começou a ser investigado em março de 2014. Hoje um dos suspeitos foi detido em Lisboa

A Operação Lava Jato, iniciada em março de 2014 pela Polícia Federal (PF) brasileira, investiga um esquema de corrupção, branqueamento de capitais e desvio de dinheiro envolvendo a companhia estatal brasileira Petrobras.

Hoje, a polícia judiciária portuguesa, a pedido das autoridades brasileiras, deteve o operador financeiro Raul Schmidt Felippe Junior, que estava foragido desde julho de 2015, naquela que foi a primeira operação internacional da operação.

Os principais envolvidos no esquema de corrupção são funcionários da companhia estatal, políticos, entre outras pessoas relacionadas com o Governo brasileiro, e já envolveu diretamente o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e podendo atingir ainda a atual Presidente, Dilma Rousseff.

De acordo com dados oficiais já foram emitidos mais de 130 mandados de prisão, além de 93 condenações criminais. Até ao momento, foram recuperados 2,9 mil milhões de reais (709,8 milhões de euros), tendo sido repatriados 659 milhões de reais (161 milhões de euros), por meio de 97 pedidos de cooperação internacional.

Segundo dados recentes levantados pela força-tarefa de procuradores que atua na Lava Jato, os desvios na Petrobras envolvem cerca de 6,4 mil milhões de reais (1,5 mil milhões de euros) em subornos a ex-diretores da estatal, executivos de empreiteiras que assinaram contratos com a empresa e agentes públicos.

A Operação Lava Jato teve, até hoje, 25 fases, algumas das quais foram batizadas pelas autoridades policiais brasileiras. A Procuradoria-Geral da República (PGR) anunciou que as autoridades brasileiras querem extraditar o cidadão luso-brasileiro Raul Schmidt, detido hoje em Lisboa, na 25ª fase da Operação.

Cronologia da Operação Lava Jato:

1.ª fase

17/03/2014

Operação é iniciada a pela Polícia Federal. Dezassete pessoas são presas, incluindo Alberto Youssef, 'doleiro' (pessoa que faz de forma ilegal o câmbio de dinheiro) suspeito de comandar o esquema.

2.ª fase

20/03/2014

Paulo Roberto Costa, ex- diretor de abastecimento da Petrobras de 2004 a 2012, é preso sob suspeita de destruir e ocultar documentos do suposto esquema de corrupção na estatal brasileira.

3.ª fase

23/04/2014

Após receber relatórios das investigações da Lava Jato, a Justiça aceita a denúncia contra Alberto Youssef e seis investigados na operação.

4.ª fase

11/06/2014

Paulo Roberto Costa, depois de libertado, volta a ser preso pela Polícia Federal.

5.ª fase

03/07/2014

O juiz Sérgio Moro envia ao STF indícios da suposta relação de Youssef com o ex-Presidente e atual senador Fernando Collor (Partido Trabalhista Brasileiro/PTB).

6.ª fase

06/09/2014

De acordo com a imprensa brasileira, após fechar um acordo de 'delação premiada' (testemunho em troca de redução da pena), Paulo Roberto Costa revelou que três governadores, seis senadores, um ministro e pelo menos 25 deputados federais foram beneficiados com pagamentos de suborno.

24/09/2014

O Ministério Público Federal e Alberto Youssef assinam o acordo de 'delação premiada'.

7.ª fase 'Operação Juízo final'

14/11/2014

A PF cumpre mandados de prisão, busca e apreensão em vários estados, em empresas como Camargo Corrêa, OAS, Queiroz Galvão e Odebrecht. Entre os detidos está o ex-diretor da Petrobras Renato Duque.

8.ª fase

14/01/2015

Ex-diretor da área internacional da Petrobras, Nestor Cerveró é preso pela Polícia Federal sob a acusação de corrupção e branqueamento de capitais.

9.ª fase -- 'Operação My Way'

05/02/2015

O ex-gerente de Serviços da Petrobras Pedro Barusco estima que o PT recebeu de propina em contratos da estatal uma quantia entre 150 milhões e 200 milhões de dólares (135,5 e 180 milhões de euros).

10.ª fase -- 'Operação Que país é esse?'

16/03/2015

São presos o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, o empresário paulista Adir Assad e Lucélio Góes.

27/03/2015

A PF prende Dario Queiroz Galvão Filho, sócio da Galvão Engenharia, e Guilherme Esteves de Jesus.

11.ª fase -- 'Operação A origem'

10/04/2015

O ex-deputado André Vargas (PT) é preso. Outras pessoas, como o ex-deputado federal Luiz Argôlo, também foram detidas.

12.ª fase

15/04/2015

O tesoureiro do PT João Vaccari Neto é preso sob a suspeita de receber dinheiro de suborno de contratos da Petrobras.

22/04/2015

A Justiça condena os primeiros réus da Operação Lava Jato. São oito condenados, entre os quais estão Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef.

13.ª fase

26/05/2015

O ex-diretor da área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró é condenado a cinco anos de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro.

14.ª fase -- 'Operação Erga Omnes'

19/06/2015

A PF prende os presidentes das empresas Odebrecht e Andrade Gutierrez, Marcelo Odebrecht e Otávio Marques de Azevedo, respetivamente, e outros executivos das construtoras.

15.ª fase -- 'Operação Conexão Mónaco'

02/07/2015

É preso o ex-diretor da área internacional da Petrobras Jorge Zelada. Autoridades do Principado de Mónaco bloquearam 10 milhões de euros do ex-diretor.

14/07/2015

Na 'Operação Politeia', um desdobramento da Lava Jato, a PF cumpre mandados de busca e apreensão na casa de seis políticos: Fernando Collor, Ciro Nogueira, Eduardo da Fonte, Mário Negromonte, Fernando Bezerra Coelho e João Pizzolati.

19/07/2015

Nove pessoas são indiciadas pela PF no inquérito da 14ª fase da Lava Jato relacionado à construtora Andrade Gutierrez. Entre elas, está o presidente da construtora, Otávio Marques de Azevedo.

20/07/2015

Três executivos da Camargo Corrêa são condenados por lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa. No mesmo dia, a PF indicia o presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e outras sete pessoas envolvidas com a construtora.

16.ª fase -- 'Operação Radioatividade'

28/07/2015

A PF prende o diretor-presidente da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva.

17.ª fase -- 'Operação Pixuleco'

03/08/2015

O ex-ministro José Dirceu, o seu irmão e outras seis pessoas são presas. O ex-ministro é suspeito de praticar crimes como corrupção, branqueamento de capitais e associação criminosa.

18.ª fase -- 'Operação Pixuleco 2'

17/08/2015

A Justiça condena o ex-diretor da área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró, o 'lobista' Fernando Baiano e Júlio Camargo, ex-consultor da Toyo Setal, por corrupção e branqueamento de capitais.

20/08/2015

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresenta denúncia contra o presidente da câmara dos deputados, Eduardo Cunha (PMDB), por suposto envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras. O senador Fernando Collor de Mello também é denunciado.

11/09/2015

A Polícia Federal pede autorização ao Supremo Tribunal Federal para tomar depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, suspeito de ter-se beneficiado de esquema de corrupção.

15/09/2015

O ex-ministro José Dirceu, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e outras 13 pessoas são acuados por corrupção e outros crimes.

19.ª fase -- 'Operação Nessum Dorma'

21/09/2015

A Justiça condena o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, o ex-diretor da Petrobras Renato Duque e outras oito pessoas por crimes como corrupção e branqueamento de capitais.

22/09/2015

A Justiça condena o ex-deputado federal André Vargas, o seu irmão Leon Vargas e o publicitário Ricardo Hoffmann. Com a sentença, André Vargas, que foi vice-presidente da Câmara, é o primeiro político a ser condenado num processo da 'Lava Jato'.

29/10/2015

O ex-deputado Pedro Corrêa é condenado pela Justiça Federal do Paraná pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro a 20 anos e 7 meses de prisão.

20.ª fase -- 'Operação Corrosão'

16/11/2015

A Justiça Federal no Paraná condenou o ex-deputado federal Luiz Argôlo por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Argôlo foi o terceiro político a ser condenado, após as condenações de André Vargas e Pedro Corrêa.

21.ª fase -- 'Operação Passe Livre'

24/11/2015

A PF prende o pecuarista José Carlos Bumlai.

25/11/2015

O senador Delcídio do Amaral (PT), líder do governo no Senado, é preso pela PF por tentar atrapalhar as investigações da 'Lava Jato'. Também são presos o banqueiro André Esteves, do banco BTG Pactual, o chefe de gabinete de Delcídio, Diogo Ferreira, e o advogado Édson Ribeiro, que defendeu Nestor Cerveró.

22.ª fase - 'Operação Catilinárias'

15/12/2015

A Polícia Federal cumpre mandados na casa do presidente da câmara dos deputados, Eduardo Cunha. Também são alvos da operação os senadores Edison Lobão, ex-ministro de Minas e Energia, e Fernando Bezerra Coelho, e outros políticos.

23.ª fase -- 'Operação Acarajé'

22/02/2016

A operação tem como alvo o publicitário baiano João Santana, responsável das campanhas da Presidente Dilma Rousseff e da campanha da reeleição do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006. Foi decretada a prisão temporária dele e da sua mulher, permanecendo ainda presos.

03/03/2016

O senador Delcídio do Amaral (PT-MS) assinou o acordo de 'delação premiada' em que diz que Lula da Silva e Dilma agiram para travar a Lava Jato.

24.ª fase -- 'Operação Aletheia'

04/03/2016

As autoridades investigam a relação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seus familiares com construtoras envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras. Lula da Silva é alvo de um mandado e foi detido para prestar esclarecimentos, tendo sido libertado cerca de três horas depois.

08/03/2016

A Justiça Federal condena o empresário Marcelo Odebrecht por corrupção ativa, branqueamento de capitais e associação criminosa, a 19 anos a e quatro meses de prisão. Além dele, também são condenados outros executivos e funcionários da Petrobras.

10/03/2016

Promotores do Estado de São Paulo pediram a prisão preventiva do ex-Presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva relacionada com a denúncia que apresentaram sobre crimes cometidos na aquisição de um apartamento tríplex no Guarujá.

13/03/2016

Pelo menos 3,6 milhões de pessoas protestaram nas ruas de todo o Brasil, no domingo, pedindo a saída da Presidente Dilma Rousseff do Governo, segundo dados da polícia militar.

14/03/2016

A Justiça de São Paulo encaminhou a denúncia do Ministério Público do estado contra o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Justiça Federal de Curitiba, mais precisamente para as mãos do juiz Sérgio Moro, da Operação Lava Jato.

17/03/2016

Ex-Presidente Lula da Silva tomou posse, em Brasília, como ministro da Casa Civil, entre protestos pró e contra o Governo um pouco por todo o país. Logo a seguir, uma decisão judicial suspende nomeação de Lula da Silva e o Governo anuncia que vai recorrer.

25ª fase -- 'Operação Polimento'

21/03/2016

A polícia judiciária portuguesa cumpriu, na madrugada desta segunda-feira, a 25ª fase da Operação Lava Jato, em Lisboa.

O operador financeiro Raul Schmidt Felippe Junior, que estava foragido desde julho de 2015, foi preso preventivamente. Esta foi a primeira operação internacional realizada pela Lava Jato e foi batizada pelas autoridades portuguesas de 'Polimento'.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) disse hoje que as autoridades brasileiras querem extraditar o cidadão luso-brasileiro Raul Schmidt.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG