Obama levanta restrições ao rum e aos charutos cubanos

As novas regras do Departamento do Tesouro dos EUA permitem ainda às empresas agrícolas americanas vender os seus produtos em Cuba, no último passo da reaproximação entre os dois países.

Desde que a 17 de dezembro de 2014, Barack Obama e Raúl Castro anunciaram o início da normalização das relações entre os Estados Unidos e Cuba que os dois países trocaram prisioneiros, reabriram as embaixadas e retomaram as viagens comerciais. Agora, o presidente americano veio anunciar mais um passo no sentido da aproximação, com o fim das restrições à venda de rum e charutos cubanos nos EUA.

As novas regras emitidas pelo Departamento do Tesouro americano preveem ainda facilitar a importação de produtos farmacêuticos cubanos e que as empresas agrícolas americanas vendam os seus produtos na ilha. Os cubanos passam ainda a poder comprar produtos americanos na Internet.

Apesar da aproximação entre os dois países, o embargo estabelecido pelos Estados Unidos há mais de seis décadas continua em vigor. E assim promete continuar, pelo menos enquanto a oposição republicana mantiver o domínio sobre ambas as câmaras do Congresso, o único que o pode levantar.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG