O dia de inverno mais quente de sempre na Grã-Bretanha

A Grã-Bretanha viveu esta segunda-feira o dia mais quente de fevereiro e também aquele em que se registaram temperaturas mais altas no inverno. Em Portugal o dia também foi quente.

O Met Office, os serviços de meteorologia britânicos, registaram uma temperatura de 20,3.ºC em Trawsged, Ceredigion no País de Gales. É o dia mais quente na Grã-Bretanha nesta época do ano. Em Portugal, as temperaturas também andam na casa dos mesmos valores

Os meteorologistas admitem que é "também a primeira vez que registam 20 graus no inverno" na Grã-Bretanha. O recorde anterior para fevereiro foi de 19,7.ºC registados em Greenwich, Londres, em 1998. O recorde anterior do País de Gales foi de 18,6.ªC na vila de Velindre, no sul do País de Gales, há 29 anos.

Segundo o Met Office a Grã-Bretanha tem estas temperaturas altas resultado do "Efeito Foehn", que se trata de uma mudança de condições húmidas e frias da encosta de uma montanha, com condições mais quentes e secas do outro lado (sotavento). O efeito é complexo causado pela condensação e mistura de diferentes correntes de ar e aquecimento do sol.

As temperaturas em toda a Grã-Bretanha foram cerca de 10.ºC acima da média para a época do ano. Mas o Met Office alertou que clima quente não deve durar mais do que uma semana "A segunda-feira e a terça-feira serão os últimos dias mais amenos, com as temperaturas a voltar a níveis médios depois disso", disse o porta-voz do Met Office.

O bom tempo que se faz sentir agora contrasta com as condições de há um anom, quando o país foi dominado pelo efeito da Besta do Oriente, um fenómeno de vento frio proveniente da Sibéria, que deixou o país coberto de neve e temperaturas muito baixas. Em Portugal as temperaturas vão baixar um pouco durante a semana, mas mantêm-se acima da média para a época do ano.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG