Novo vídeo do Estado Islâmico ameaça Europa e envia mensagem a Cameron

Extremista que parece imitar 'Jihadi John' promete ataques na Europa. Criança diz que "não crentes" serão mortos

Uma criança com trajes militares e um extremista com a face oculta que imita Mohammed Emwaz, conhecido como "Jihad John", surgem no mais recente vídeo de propaganda do Estado Islâmico, que ameça invadir a Europa com os seus militantes.

O vídeo tem a duração de 11 minutos e inclui mesmo uma "mensagem para David Cameron", o primeiro-ministro do Reino Unido. A mensagem é enviada pelo homem de cara tapada e que, num forte sotaque britânico, promete ataques no território.

As imagens mostram ainda a execução de cinco reféns, ajoelhados e envergando a habitual indumentária laranja dos prisioneiros dos 'jihadistas', e que terão confessado, segundo o extremista, estar a realizar missões de reconhecimento para as autoridades britânicas.

A autenticidade do vídeo ainda não foi confirmada. As imagens terminam com a criança, que tem cerca de seis ou sete anos, a garantir que o Estado Islâmico irá eliminar os "não crentes".

Segundo o The Guardian, as imagens parecem imitar deliberadamente o estilo de Emwaz, o britânico que terá sido morto num ataque norte-americano e que aparecia nos vídeos das execuções dos jornalistas norte-americanos Steven Sotloff e James Foley, dos membros de organizações humanitárias britânicas David Haines e Alan Henning, do jornalista japonês Kenji Goto e de outros reféns.

O governo britânico estará a analisar o vídeo, já que o primeiro-ministro britânico é interpelado diretamente várias vezes: o indivíduo que parece imitar 'Jihadi John' questiona o "atrevimento" do governante, ao desafiar o "poderoso" Estado Islâmico.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG