Nova Zelândia diz ter eliminado o vírus "neste momento"

Jacinda Ardern afirmou que a Nova Zelândia "evitou o pior" na pandemia, mas que deve continuar a combater o vírus.

A primeira-ministra da Nova Zelândia disse que o país "venceu a batalha" contra a transmissão comunitária da covid-19 e anunciou que o país vai agora entrar no nível 3 no que diz respeito às medidas de restrição. No entanto, sublinhou Jacinda Ardern, o país deve permanecer vigilante.

A Diretora-Geral da Saúde, Ashley Bloomfield, disse que a transmissão do vírus foi "eliminada". Isso não significa zero casos, mas que as autoridades de saúde conhecem todas as cadeias de transmissão.

Questionada se a Nova Zelândia tinha eliminado a covid-19, Ardern respondeu "neste momento".

A taxa de transmissão na Nova Zelândia - o número de pessoas pelas quais cada pessoa infetada pode transmitir o vírus - está agora abaixo de 0,4, em comparação com a taxa média de transmissão fora do país que é de de 2,5.

Ardern disse que o país registou apenas um novo caso confirmado de covid-19 e que a Nova Zelândia "evitou o pior" na pandemia, mas que deve continuar a combater o vírus.

"Não há transmissão comunitária não detetada generalizada na Nova Zelândia. Vencemos essa batalha. Mas devemos permanecer vigilantes se quisermos continuar assim", acrescentou.

Às 23h59 desta segunda-feira, o país vai levantar o isolamento de nível 4, em vigor há mais de quatro semanas.

Durante esse período, quase todas as empresas foram encerradas, assim como as escolas, e a população foi aconselhada a permanecer em casa e a sair apenas para ir ao supermercado ou fazer passeios curtos.

Um milhão de neozelandeses regressa a trabalho na terça-feira

Ardern frisou que ninguém sabe o que poderia ter acontecido sem um estado de alerta de nível 4., mas que mesmo subindo um degrau em direção à normalidade existem riscos.

Na fase 3, lojas, restaurantes e escolas poderão reabrir, embora de forma gradual.

As escolas reabrem na quarta-feira para crianças até aos 10 anos que não possam estudar em casa ou cujos pais tenham de voltar ao trabalho.

Os trabalhadores também podem regressar ao trabalho desde que exista um plano de contingência para a covid-19, com medidas de higiene e segurança e ainda distanciamento físico.

De acordo com o The Guardian, espera-se que um milhão de neozelandeses regresse ao trabalho na terça-feira.

No entanto, Ardern deixou um alerta: "Estamos a abrir a economia, mas não estamos a abrir a vida social das pessoas", frisou.

Mais Notícias