Norte-coreanos vão desmantelar local de testes nucleares em duas semanas

Em atualização

A Coreia do Norte vai desmantelar o local onde faz testes nucleares nas próximas semanas, apontando para uma data entre 23 e 25 de maio, referiram este sábado os media estatais norte-coreanos.

Explica a Reuters que as operações vão envolver o colapso de túneis através de explosões, o bloqueio de entradas e a remoção de todas as estrturas de observação, segurança e pesquisa.

Jornalistas de todo o mundo, incluindo dos EUA e da Coreia do Sul, serão convidados a cobrir a situação.

"Uma cerimónia de desmantelamento do complexo de ensaios atómicos está prevista para entre 23 e 25 de maio, em função das condições meteorológicas", indicou a agência estatal norte-coreana KCNA, citando um comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

O Ministério adianta que o desmantelamento incluirá a explosão dos túneis, o bloqueamento das entradas e a eliminação de todas as instalações de observação, centros de investigação e estruturas de unidade de guarda no terreno e também a "área circundante será completamente fechada".

Durante a histórica cimeira entre as duas Coreias, a 27 de abril, o dirigente norte-coreano Kim Jong-un propôs a Seul encerrar em maio o seu único complexo conhecido de ensaios nucleares, Punggye-ri, uma instalação secreta perto da fronteira com a China.

Foi neste complexo subterrâneo que se realizaram os seis testes nucleares realizados por Pyongyang, o último dos quais em setembro do ano passado.

Os Estados Unidos declararam na sexta-feira estar "prontos" para ajudar a economia norte-coreana e dar "garantias" a Kim Jong-un se Pyongyang tomar "medidas corajosas" para uma "desnuclearização rápida" e "completa".

"Se a Coreia do Norte tomar medidas corajosas para uma desnuclearização rápida, os Estados Unidos estão prontos a trabalhar com a Coreia do Norte para a levar ao mesmo nível de prosperidade dos nossos amigos sul-coreanos", declarou o secretário de Estado, Mike Pompeo, de regresso da Coreia do Norte onde se encontrou com o dirigente norte-coreano para preparar a cimeira com o Presidente Donald Trump.

Kim e Trump vão reunir-se a 12 de junho em Singapura.

Com Lusa

Mais Notícias

Outras Notícias GMG