Norte-coreanos celebram aniversário do "Querido Líder" sem saberem que o filho morreu

Aniversário do antigo líder Kim Jong-Il foi motivo para grandes celebrações e eventos desportivos

Dois grandes eventos desportivos marcaram esta quarta-feira a celebração do Dia da Estrela Brilhante na Coreia do Norte. O feriado criado na data de aniversário do antigo líder norte-coreano Kim Jong-Il calha nesta quinta-feira, dia 16, mas as celebrações começaram mais cedo com o Festival Internacional de Patinagem Artística Paektusan e uma exibição de natação sincronizada.

Centenas de pessoas assistiram aos eventos em homenagem a Kim Jong-Il, ainda conhecido como o "Querido Líder" sem saberem que o filho Kim Jong-Nam, tinha sido assassinado dois dias antes.

O primeiro filho do antigo líder supremo e meio-irmão mais velho do atual líder, Kim Jong-Un, foi morto no aeroporto da capital da Malásia, alegadamente por duas mulheres, esta segunda-feira. Mas a notícia não foi dada pelos meios de comunicação coreanos. Como tal, a Coreia do Sul anunciou que vai recorrer aos altifalantes instalados na fronteira com a Coreia do Norte para informar a população da morte de Kim Jong-Nam.

Atletas norte-coreanos e estrangeiros participaram nas competições desta semana, assim como várias crianças que fizeram apresentações.

Nos eventos não faltaram mensagens nacionalistas e, segundo o El Mundo, foram vários os momentos que mostraram como o desporto tem sido usado como arma ideológica no país. Desde a música escolhida pelos patinadores - que falavam das belezas do país, como a "sagrada montanha Paekdu" - ao poema lido antes da performance das nadadoras - que dizia que Kim Jong-il sempre viverá no coração dos norte-coreanos.

"Protejamos com as nossas vidas o comité central do partido dirigido pelo respeitado líder supremo, o camarada Kim Jong-Un", dizia uma das bandeirolas exibidas nestes eventos. "Defendamos o nosso grande dirigente Kim Jon-Il, o nosso sol eterno", dizia outra.

Kim Jong-Il morreu a 17 de dezembro de 2011, deixando o posto de líder supremo ao terceiro filho, Kim Jong-Un. O "camarada Kim Jong-Un" tem atraído a atenção do mundo com sucessivos testes de mísseis.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG