China captura drone subaquático americano

Drone foi apreendido por um navio de guerra e EUA exigem a devolução do aparelho

Um navio de guerra chinês apreendeu, esta quinta-feira, um drone subaquático lançado por um navio oceanográfico norte-americano nas águas internacionais do Mar do Sul da China. Os Estados Unidos responderam ao incidente e deram início a um protesto diplomático formal, exigindo a devolução do drone, segundo o departamento de defesa americano.

O incidente ocorreu a noroeste da base naval norte-americana Subic Bay, localizada nas Filipinas. Segundo a CNN, o navio oceanográfico USNS Bowditch parou para recolher dois drones subaquáticos da água e, nesse momento, o navio de guerra chinês colocou um pequeno barco na água com tripulantes que confiscaram um dos drones.

O veículo subaquático não tripulado "estava a realizar um levantamento militar legal nas águas do Mar do Sul da China", afirmou fonte do departamento de defesa dos Estados Unidos, segundo a Reuters. "É um navio que goza de imunidade soberana, claramente assinalado em inglês de que não deveria ser removido da água e que é propriedade dos Estados Unidos".

O responsável americano disse que o drone fazia parte de um programa de recolha de dados sobre o oceano, como a salinidade, a temperatura e a claridade da água.

Os Estados Unidos iniciaram o processo diplomático formal de protesto e exigem que o drone seja devolvido imediatamente. O responsável informa ainda que a China tomou conhecimento do pedido mas não respondeu.

Este incidente vem aumentar a tensão sentida no Mar do Sul da China, após ter sido revelado esta semana de que o governo de Pequim estava a instalar armas nas sete ilhas artificiais que construi na zona. O Mar do Sul da China é uma das mais importantes rotas do comércio internacional e tem sido disputado por vários países asiáticos, como as Filipinas, a Malásia, Taiwan e o Vietname.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG