Naufrágio de coluna de embarcações na RD Congo provoca 500 desaparecidos

Deputado assegurou que existe um número pequeno de sobreviventes

Cerca de 500 pessoas desapareceram na segunda-feira à noite na República Democrática do Congo (RDC) depois do naufrágio de uma coluna de três embarcações que navegavam no Rio Congo, informaram esta terça-feira as autoridades.

O desastre ocorreu perto de Epulu, a cerca de 40 quilómetros de Kwamouth, na provincia de May-Ndombe, no oeste do país, avançou o deputado nacional pela circunscrição de Mushi, Didace Pembe, em declarações a meios de comunicação locais.

"Trata-se de uma coluna de três barcas. Sairam da cidade de Mushi, cerca das 23:00 (22:00 de Lisboa) de segunda-feira, situada a uns 40 ou 50 quilómetros de Kwamouth, precisamente na aldeia de Epulu, e a coluna sofreu um forte vendaval e fortes chuvas", explicou Pembe.

A coluna de barcos, que segundo as primeiras informações "devia levar cerca de 500 pessoas a bordo, naufragou", afirmou o parlamentar, em comentários divulgados pela rádio Okapi.

A mesma fonte assegurou que há um grupo muito pequeno de sobreviventes, que não quantificou.

O naufrágio de embarcações é frequente na RDC, onde abundam barcaças improvisadas que transportam passageiros sem oferecer garantias.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG