Mulher em estado grave após ser atingida por baleia-corcunda

Turista estava a fazer mergulho no recife de Ningaloo, no oeste da Austrália.

Uma mulher australiana ficou gravemente ferida, após de ter sido atingida por um baleia-corcunda enquanto mergulhava na Austrália. A mulher, de 29 anos, estava a nadar com um grupo de turistas no recife Ningaloo, no oeste da Austrália, no sábado, quando terá sido atingida pela cauda de um mamífero.

A mulher sofreu hemorragias internas e algumas costelas partidas, devido ao "embate", segundo a equipa médica que a socorreu. Depois de receber os primeiros tratamentos e ser observada na unidade hospitalar da cidade de Exmouth, a paciente foi depois transportada de helicóptero para um hospital em Perth, onde chegou "em estado crítico, mas estável".

Segundo os relatos de alguns dos turistas do grupo de mergulho, a mulher ficou entalada entre dois mamíferos gigantes, depois de ser atingida pela barbatana da baleia-corcunda.

Os restantes membros do grupo que praticavam mergulho a poucas centenas de metros da costa na altura do incidente, não ficaram feridos.

Nadar com baleias-corcundas é uma das atividades turísticas com mais procura na região australiana, que tem já 15 operadores turísticos licenciados. Apesar do tamanho - podem chegar ao 18 metros e pesar 34 toneladas -, a espécie é considerada dócil. As visitas fazem-se em grupo de nove pessoas, que são aconselhadas a ficar a pelo menos 15 metros dos tubarão-baleia.

Desde que a atividade foi licenciada, em 2016 e por um período de cinco anos, quase 10 mil pessoas já nadaram com a rainha dos mares.

Mais Notícias