Merkel relembra: quem cometeu o Holocausto foram os alemães

A chanceler respondia às acusações de Netanyahu de que "a ideia da Solução Final" viera de um líder islâmico

O porta-voz da chanceler Angela Merkel relembrou, esta quarta-feira, que a Alemanha é responsável pelos horrores do Holocausto: "Sabemos que a responsabilidade por este crime contra a humanidade é alemã e completamente nossa". A declaração vem no contexto da acusação feita pelo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, de que a ideia original do genocídio judeu tinha vindo não de Hitler mas sim de um líder islâmico: o mufti de Jerusalém da altura, Haj Amin al-Husseini.

"Todos os alemães sabem a história da loucura racial assassina dos nazis, que levou à quebra com a civilização que foi o Holocausto", afirmou o porta-voz da chanceler Angela Merkel, Steffen Seibert, citado pela Reuters. "Isto é ensinado nas escolas alemãs e por uma boa razão: nunca deve ser esquecido".

Benjamin Netanyahu tinha declarado, num discurso esta terça-feira no Congresso Zionista em Jerusalém, que a ideia do Holocausto tinha sido proposta a Hitler pelo então mufti de Jerusalém. Netanyahu disse que Hitler não tinha intenção de exterminar os judeus até se encontrar com Haj Amin al-Husseini em 1941.

O primeiro-ministro israelita alegou, para choque internacional, que al-Husseini propusera a Adolf Hitler que "queimasse" os judeus, em vez de os expulsar, para evitar que estes fugissem para a Palestina, aparentemente desresponsabilizando o líder nazi.

A Alemanha não deixou passar a referência e, através do porta-voz da chanceler, sublinhou que o Holocausto tinha sido uma atrocidade alemã cuja responsabilidade pertence aos alemães. "Sabemos que a responsabilidade por este crime contra a humanidade é alemã", disse Steffen Seibert.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG