May é o cavaleiro sem braços nem pernas dos Monty Python, diz primeiro-ministro holandês

Mark Rutte comparou a primeira-ministra britânica ao cavaleiro dos Monty Python que fica membros mas que mesmo assim se recusa a dizer que perdeu o duelo

"Eu tenho respeito pela Theresa May. Ela ocasionalmente faz-me lembrar uma personagem dos Monty Python que tem os braços e as pernas cortados, mas que diz ao adversário: 'Vamos considerar um empate'. Ela é incrível. Continua e continua. Eu não a culpo a ela [pelo desaire do Brexit], mas sim à política britânica", disse o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, durante uma entrevista, este domingo, à estação de televisão holandesa WNL

Quando na semana passada os deputados britânicos rejeitaram novamente o acordo para o Brexit, Mark Rutte mostrou-se irritado com o impasse em Westminster, de acordo com o jornal The Guardian. O primeiro-ministro holandês criticou o aproveitamento político de alguns deputados que, segundo ele, estão a usar a crise nacional para marcar pontos.

O partido trabalhista "continua a a jogar jogos internamente", afirmou. "Estão preocupados apenas com a política partidária e com quem vai ganhar as próximas eleições. Há um país em jogo atualmente; um país inteiro com 75 milhões de pessoas".

Por outro lado, Rutte destaca a resiliência de Theresa May, que, apesar das sucessivas derrotas que tem sofrido, continua a tentar chegar a um acordo. Tal como o cavaleiro dos Monty Python (do filme Monty Python e o Cálice Sagrado - 1975), que fica sem os braços e as pernas em combate mas que mesmo assim se recusa a dizer que perdeu o duelo.

"O país está a por tudo em jogo e está a entrar em colapso. A Inglaterra está numa situação muito má economicamente, financeiramente e politicamente", afirmou o chefe de governo holandês durante a entrevista.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG