Máscaras ao ar livre obrigatórias em toda a Itália

Primeiro-ministro italiano disse que medidas mais duras são necessárias para evitar um regresso ao confinamento. Em Paris, o uso de máscara ao ar livre também é obrigatório desde o final de agosto.

Os italianos também devem usar máscaras em qualquer lugar, exceto em residências particulares.

Embora os casos de covid-19 sejam muito menos em Itália do que noutros países europeus, tem havido um aumento constante do número de infeções, recorda a BBC.

O primeiro-ministro Giuseppe Conte disse que medidas mais duras são necessárias para evitar um regresso a um confinamento economicamente devastador.

"A partir de agora, máscaras e equipamentos de proteção devem ser trazidos connosco quando saímos de casa e devem ser utilizados. Temos de usá-los sempre, a menos que estejamos numa situação de isolamento contínuo", afirmou.

As máscaras também devem ser usadas em lojas, escritórios, nos transportes públicos e em bares e restaurantes quando os clientes não estiverem sentados à mesa.

As medidas já foram postas em prática em algumas partes da Itália que viram um aumento nas infeções, como em Roma, mas vão aplicar-se a todo o país.

Os italianos foram submetidos a algumas das medidas de confinamento mais rígidas do mundo quando o país se tornou o primeiro na Europa a ser atingido pelo novo coronavírus, no início do ano.

Medida já foi adotada em Paris

Embora tenha conseguido controlar o vírus com mais êxito do que muitos outros países europeus nos últimos meses, os casos nas últimas 24 horas ultrapassaram a marca de 3000 pela primeira vez desde 24 de abril. O país registou 3678 novas infeções.

A Itália também anunciou na quarta-feira testes obrigatórios para quem viaja do Reino Unido, Holanda, Bélgica e República Checa.

No final de agosto, o uso de máscara passou a ser obrigatório em Paris e em todas as universidades francesas; se antes tinha de ser usada nos transportes públicos, nos locais fechados e em diversas ruas, entretanto estendeu-se a toda a capital.

Para crianças com mais de 11 anos, "o uso da máscara será obrigatório em espaços fechados e ao ar livre", afirmou o ministro da Educação, Jean-Michel Blanquer. A máscara também se tornou obrigatória nas universidades.

Algumas cidades como Toulouse ou Marselha já tinham alargado o uso de máscara ao exterior em toda a cidade.

DGS vai recomendar uso de máscara em espaços públicos movimentados

Em Portugal, a diretora-geral da Saúde informou, a 21 de setembro, que iria ser publicada uma nova orientação que recomenda o uso de máscara em espaços públicos movimentados, sempre que não seja possível assegurar o distanciamento físico.

"Muito brevemente, e depois de termos consultado os peritos nacionais e internacionais, vai sair uma orientação no sentido de que quando as pessoas, no exterior, não conseguirem garantir para elas ou para os outros a distância física recomendada, deverão usar máscara", afirmou Graça Freitas.

Durante a habitual conferência de imprensa sobre a pandemia de covid-19, Graça Freitas foi questionada se as autoridades de Saúde teriam mudado de opinião relativamente ao uso obrigatório de máscara no exterior, com a aproximação da época de outono-inverno.

A diretora-geral recusou-se, no entanto, a considerar que se trataria de uma mudança de opinião, mas antes de uma "postura evolutiva em função do que vai sendo a avaliação do risco".

"Ao ar livre, a utilização de máscara fará sentido se formos de facto para sítios onde não consigamos garantir que ficamos longe de outros. Diferente é uma situação ao ar livre no campo, no jardim, a horas em que não andam outras pessoas a passear", explicou.

Para estas situações, em que o distanciamento é facilmente assegurado, a recomendação será a mesma e a Direção-Geral da Saúde (DGS) continua a considerar que o uso de máscara não é necessário.

"Se estiverem no exterior, mas distantes de outras pessoas, não faremos essa recomendação, sendo certo que as pessoas são livres de, se quiserem, utilizar em todo o momento porque se sentem melhor", acrescentou.

Dias antes, Filipe Froes, da Ordem dos Médicos, afirmara que "no centro de Lisboa se calhar já se justifica usar máscara".

Na Madeira, por decisão do Governo Regional, o uso de máscara é obrigatório até mesmo ao ar livre, uma medida que está em vigor desde 1 de agosto.

Mais Notícias