Marine Le Pen esteve na Trump Tower, mas diz que não foi para ver Trump

Equipa do presidente eleito dos EUA garante que não houve nenhum encontro entre o presidente eleito e a candidata às presidenciais francesas

A líder da extrema-direita francesa Marine Le Pen foi fotografada esta quinta-feira na Trump Tower, em Nova Iorque, Estados Unidos. O motivo da presença da candidata às presidenciais francesas no edifício onde vive Donald Trump não foi esclarecido visto que, segundo a equipa do presidente eleito, os dois não tinham nenhuma reunião marcada.

"É um edifício público", limitou-se a afirmar Sean Spicer, porta-voz de Donald Trump, à Reuters.

Le Pe foi vista no elevador do edifício e sentada numa mesa com três homens: Louis Aliot, vice presidente do partido Frente Nacional; Ludovic De Danne, o conselheiro internacional de Le Pen e o empresário italiano George Lombardi. O último é amigo de Donald Trump e vive na Trump Tower.

Membros da Frente Nacional confirmaram que a dirigente tinha tirado alguns dias para fazer uma "visita privada" a Nova Iorque. "Ela tirou dois dias para descansar", disse um dos diretores de campanha de Le Pen.

Marine Le Pen expressou durante a campanha presidencial nos Estados Unidos o seu apoio por Donald Trump e disse numa entrevista que ela, Trump e Putin "seriam bons para a paz mundial", segundo a Reuters.

A líder da Frente Nacional tem tido dificuldades em financiar a campanha, visto que os bancos franceses e alguns estrangeiros negam fazer-lhe empréstimos. Marine Le Pen tem seis milhões de euros, que obteve do pai, mas precisa do dobro para a candidatura.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG