Marido de Isabel II apanhado a conduzir sem cinto dias após acidente

O príncipe Philip, de 97 anos, foi fotografado a conduzir sem cinto o seu novo Land Rover, menos de 48 horas depois de ter capotado ao sair da propriedade de Sandringham, em Norfolk.

O marido da rainha Isabel II, que na quinta-feira saiu ileso após o seu carro ter capotado, foi apanhado pelos jornais britânicos a conduzir o seu novo carro sem cinto de segurança junto à propriedade privada da família real em Sandringham, em Norfolk.

O príncipe Philip, de 97 anos, foi fotografado sem o cinto a conduzir o novo Land Rover Freelander, que recebeu na sexta-feira. No interior da propriedade não há qualquer obrigação legal de usar o cinto, mas o duque de Edimburgo estava numa estrada pública.

Antes de Philip, a própria Isabel II, de 92 anos, tinha sido fotografada a sair da propriedade a conduzir, mas com cinto.

No Reino Unido não existe uma idade em que se é obrigado a deixar de conduzir, mas a partir dos 70 anos as cartas são renovadas a cada três anos. Os comentadores de assuntos ligados à monarquia britânica dizem que será muito difícil que o independente Philip deixe de conduzir.

O marido da rainha, que se retirou da vida pública em 2017 aparecendo apenas ocasionalmente ao lado de Isabel II, fez um check-up médico na sexta-feira, para garantir que não tinha ferimentos após o acidente da véspera.

O príncipe estava a sair de Sandrigham com o carrro quando terá ficado encadeado com a luz do sol e ficou diretamente no caminho de um outro veículo, um Kia. Este embateu contra o Land Rover de Philip, que terá capotado, ficando na vala. O Kia, onde seguiam avó, mãe e bebé de nove meses, também ficou fora da estrada. A mulher mais velha partiu o pulso no acidente, enquanto a filha ficou com cortes no joelho. O bebé saiu ileso.

O príncipe Philip, assim como a condutora do Kia, fizeram testes de alcoolemia, mas nenhum deu resultado.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG