Marido da rainha Isabel II retira-se e abandona vida pública

O duque de Edimburgo planeia deixar as suas funções no outono, anunciou o Palácio de Buckingham após reunião de emergência

Funcionários da casa real britânica foram convocados ontem às 23.00 para reunião hoje às 10.00 no Palácio de Buckingham. Razão: o duque de Edimburgo, marido da rainha Isabel II, vai retirar-se e abandonar a vida pública no outono.

O anúncio foi feito pelo próprio Palácio de Buckingham, pouco depois das 10:00, após horas de especulação acerca do motivo da reunião de emergência. Descartada a existência de problemas de saúde de qualquer elemento da família real, aguardava-se com expectativa pelo anúncio dos motivos deste encontro com todo o pessoal.

A decisão de se afastar da vida pública foi, de acordo com o comunicado da família real britânica, tomada pelo próprio príncipe Filipe, que fará 96 anos a 10 de junho, e contou com o apoio da rainha de Inglaterra.

O duque irá honrar os compromissos públicos até agosto, mas deixará de aceitar novos convites. Manterá, contudo, a ligação aos 780 organismos de que é membro e poderá escolher um ou outro evento para participar de tempos a tempos, diz a nota de imprensa.

A rainha cumprirá os compromissos oficiais com o apoio dos membros da família real, termina o comunicado.

Segundo a BBC News, o príncipe Filipe teve 110 dias com compromissos oficiais em 2016, sendo o quinto elemento da família real mais ocupado.

Na quarta-feira esteve num evento de críquete. Hoje, deverá marcar presença num outro com elementos da Ordem de Mérito na Capela Real do Palácio St. James e depois num almoço.

O príncipe Filipe e a rainha Isabel II comemoram 70 anos de casados em novembro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG