Manifestantes derrubam estátua de Colombo e deitam-na à água em Baltimore

A estátua foi inaugurada em 1984 no bairro conhecido como Little Italy e pertence ao município. Manifestantes consideram o explorador italiano responsável pelo genocídio e exploração dos povos nativos nas Américas.

Os meios de comunicação informaram que cerca de 300 manifestantes usaram cordas para derrubar o monumento na noite de sábado, e depois de partirem a estátua em bocados lançara-nos à agua.

De acordo com o jornal The Baltimore Sun, a estátua foi inaugurada em 1984 no bairro conhecido como Little Italy e pertence ao município.

Manifestantes mobilizados pela morte do afro-americano George Floyd às mãos de um polícia de Minneapolis têm exigido a retirada de estátuas de Colombo e de figuras confederadas, entre outras.

No caso do explorador italiano, a justificação é que Colombo é responsável pelo genocídio e exploração dos povos nativos nas Américas.

Estátuas de Colombo também foram derrubadas ou vandalizadas em Miami; Richmond, Virgínia; St. Paul, Minnesota; e Boston.

Na sexta-feira, numa cerimónia de celebração do 4 de julho junto ao Monte Rushmore, o presidente norte-americano Donald Trump criticou este movimento: "A nossa nação está a testemunhar uma campanha implacável para apagar a nossa história, difamar os nossos heróis, apagar os nossos valores e doutrinar os nossos filhos", alertou. "Multidões furiosas estão a tentar derrubar as estátuas dos nossos fundadores, desfigurar os nossos monumentos mais sagrados e desencadear uma onda de crimes violentos nas nossas cidades", acusou.

Mais Notícias