Manifestações de apoio a Navalny em várias cidades russas

Protestos têm como objetivo pressionar para que as autoridades deixem opositor russo ser candidato nas presidenciais do próximo ano

Apoiantes do principal opositor ao Kremlin, Alexei Navalny, atualmente detido, manifestam-se hoje em toda a Rússia, tentando pressionar as autoridades a deixá-lo ser candidato nas eleições presidenciais de março de 2018.

Respondendo a um apelo de Alexei Navalny, os seus seguidores organizaram manifestações no dia em que o Presidente Vladimir Putin celebra 65 anos, 18 dos quais no poder, e alguns já foram detidos durante a manhã, nomeadamente em Tver e Samara, no centro do país.

A cinco meses das eleições, o ativista anti-corrupção de 41 anos prevê concentrações em cerca de 80 cidades, esperando-se mais manifestantes em Moscovo e em S. Petersburgo, a terra natal de Vladimir Putin.

As autoridades proibiram os manifestantes de se concentrarem no centro daquelas duas cidades.

"Estou aqui porque quero parar as ações de Putin", declarou uma manifestante em Moscovo, Maria Antonyenko, uma estudante de 18 anos, que disse ter o objetivo de "fazer da Rússia um país europeu" e de "viver livre".

Segundo testemunhas citadas pela AFP, as medidas de segurança foram reforçadas no centro de Moscovo, com a presença de agentes da polícia.

Na segunda-feira, alguns minutos depois de ter sido condenado a 20 dias de detenção, Alexei Navalny prometeu um "presente para o aniversário de Putin".

"Compreendo que seja necessário que eu fique fechado o mais tempo possível e, sobretudo, a 07 de outubro", afirmou na sexta-feira o opositor do atual Presidente russo.

Em junho, a comissão eleitoral central da Rússia considerou Alexei Navalny inapto a candidatar-se à Presidência da Rússia devido a uma condenação na justiça por fraude.

Nos últimos meses, as manifestações a favor de Alexei Navalny ou organizadas pelos seus apoiantes têm originado reações das autoridades que detiveram várias pessoas, incluindo o ativista.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG